sábado, 13 de junho de 2009

Hard Gay - Fuuu!!! (obs. eu sou heterossexual, este é apenas um artigo)

Fuçando no youtube, encontrei uma das coisas mais engraçadas que já vi na vida. É o personagem "Razor Ramon Hard Gay", ou simplesmente "Hard Gay", vivido pelo ator, comediante e wrestler Masaki Sumitani, no programa "Bakusho Mondai Bakuten!", da rede de televisão japonesa TBS.



As cenas são simplesmente hilárias, semelhantes a quadros de programas nacionais como "Pânico" ou "CQC". Sumitani, que é heterossexual, encarna o "Hard Gay" em diversas missões pelo arquipélago japonês. Vestido com um shortinho e um colete de couro, óculos escuros e quepe, bem a la Village People, "Hard Gay" no melhor estilo sadomasoquista leva risos e mais risos para a galera nipônica.

Imagine a cena. Um cara de 1,85 metros, relativamente bem alto para os padrões japoneses, corre pelas ruas e até mesmo pelas florestas satirizando o cotidiano local. Nem mesmo as crianças são perdoadas. Elas participam ativamente dos programas do "Hard Gay".

Sua marca registrada é o movimento para frente e para trás dos quadris, num ritmo frenético e, com certeza, desconcertante. Seu grito de guerra é "Foooo". Numa das missões, "Hard Gay" tem que atrair clientes para um restaurante de "ramen" (miojo e suas variantes), na outra tem que caçar insetos nos bosques para vender para as crianças, chega até ao ponto de cozinhar para a criançadinha comidas que elas não gostam de um jeito que fique apetitoso.







Não tem nada de aberração sexual no programa. É puro humor. Numa dessas investidas, ele banca o cupido num clube de Kendo (arte marcial com espadas, oriunda das técnicas dos samurais), para ajudar os rapazes a "soltarem a franga". "Hard Gay" adentra o dojo com as roupinhas de couro e o Bogu (armadura). Não tem como não rir disso.










O cara expõe o tema de modo não grosseiro e não vulgar. É, repito, engraçado demais. Sumitani, o ator que encarna "Hard Gay", tem saído com belas mulheres depois da fama com o personagem. Escrevi este texto sem querer agredir quem quer que seja pela sua orientação sexual, "bloguei" só por curiosidade e para mostrar que existe um outro mundo além do mundo de Marlboro e da televisão que nos deixa bobos, muito bobos demais. Uhu.

2 comentários:

Matheus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

legal...... me lembro muito aquele pit bicha